sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Passos para alcançar o sucesso - parte 2

Passos para alcançar o sucesso - parte 2
 
Estudo nº 192
 
Texto: "... ; Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância." João 10.10b.

“Uma vida equilibrada consiste em: permitir que Deus seja o primeiro em sua vida, cuidar do seu corpo como templo do Espírito Santo, ter uma família exemplar; engrandecer a obra de Deus, e prover o sustento para sua família”. CCD.

Introdução: Na semana passada estudamos os quatro primeiros passos desse importante estudo sobre o sucesso e a qualidade de vida. O sucesso equivale a metas conquistadas, sonhos realizados, obstáculos vencidos e triunfos aclamados. Tanto o jovem quanto o adulto, e até mesmo a criança, anelam o sucesso. Nem a rejeição, nem a adversidade, nem a oposição familiar, nem a crise social, nem a pressão econômica, são obstáculos para alcançá-los. Os especialistas concordam quanto a oito normas que se constituem nos passos fundamentais para a obtenção do sucesso em todas as áreas da vida.

5 – Procure o equilíbrio na vida familiar - “A sabedoria construiu sua casa, ergueu suas sete colunas” (Provérbios 9.1)
Um casamento estável é tão poderoso como uma cidade amuralhada. O líder precisa entender que sua primeira conquista deve ser a sua família. O sacerdote familiar precisa exercer essa função bíblica com esmero e amor, trazendo equilíbrio, sustento emocional, material e direção em Deus para a família. A mulher precisa entender a sua posição na sociedade familiar e ambos conduzirão os filhos em amor.

6 – Prosperidade integral - “amado desejo que te vá bem em todas as coisas, e que tenhas saúde, assim como bem vai a tua alma” (3 João 2).
A Bênção do Senhor sempre é integral porque cobre todas as áreas de nossas vidas: financeira, física, espiritual e emocional. O Ap. Paulo disse que Deus nos abençoou com toda sorte de bênçãos espirituais nas regiões celestiais em Cristo Jesus (Ef 1.3). A bênção significa que tudo nos vai bem, é completa para cada um de nós.
“Não se aparte da tua boca o livro desta lei, antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme tudo quanto nele está escrito; porque então farás prosperar o teu caminho, e serás bem sucedido” (Josué 1.8).
O homem alcança a prosperidade integral para a sua vida quando decide voltar-se de todo o coração para Deus, entendendo que, “onde está o vosso tesouro, ali estará também o vosso coração” (Mt 6.21). Se nossa riqueza está em Jesus então o nosso coração estará seguro. Deus exige que façamos um pacto de coração com Ele, que toda a nossa vida seja rendida ao Seu serviço.

7 – Selecionar os nossos amigos – “Há amigo mais chegado que um irmão” (Provérbios 18.24).
Daniel possuía três amigos e quando o rei ia tirar-lhe a vida, ele foi a eles e pediu-lhes oração. Seus amigos o respaldaram, clamando por sua situação e, naquela noite, Deus se revelou em sonhos a Daniel, mostrando o que ele precisava saber. Notemos que os amigos se constituem em grande auxílio nos momentos críticos. Porém, é necessário selecionar para que não seja jugo desigual (2 Coríntios 6.14-18). Vejamos o que diz Eclesiastes 9.18b “... mas um só pecador destrói muitos bens”.

8 – A esperança – “Quem está entre os vivos tem esperança ...” (Eclesiastes 9.4a)
Uma das mais obscuras intenções do inimigo é fazer com que o homem perca totalmente a esperança, tanto em nível individual ou familiar, e ainda em relação ao seu trabalho e a situação do seu país. Quando o líder perde a esperança, não propõe metas e por conseguinte nada realiza.
Ainda que o homem lhe feche a porta, Deus não fechará. Confie nele, porque declarou: “o que vem a mim não lançarei fora” (João 6.37). Se as portas da terra se fecharem, as do céu permanecerão abertas.
Lembre-se o que diz Provérbios 24.16 “Porque sete vezes cai o justo, e volta a levantar-se”.

Conclusão: Você pode projetar-se para grandes conquistas aplicando cada um desses passos, e você será reconhecido como uma pessoa de sucesso, porque notarão que conseguiu a felicidade, goza de boa saúde, vive com genuína paz mental, tem a verdadeira segurança, há equilíbrio em sua vida familiar, selecionou bem os seus amigos, conta com a prosperidade integral e possui esperança. Se ainda não iniciou a dar esses passos, comece comprometendo-se com Deus, através de Jesus Cristo e Ele o ajudará.

Passos para alcançar o sucesso - parte 1

Passos para alcançar o sucesso - parte 1
 
Estudo nº 191
 
Texto: "... ; Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância." João 10.10b.

“Uma vida equilibrada consiste em: permitir que Deus seja o primeiro em sua vida, cuidar do seu corpo como templo do Espírito Santo, ter uma família exemplar; engrandecer a obra de Deus, e prover o sustento para sua família”. CCD.

Introdução: O sucesso equivale a metas conquistadas, sonhos realizados, obstáculos vencidos e triunfos aclamados. Tanto o jovem quanto o adulto, e até mesmo a criança, anelam o sucesso. Nem a rejeição, nem a adversidade, nem a oposição familiar, nem a crise social, nem a pressão econômica, são obstáculos para alcançá-los. Os especialistas concordam quanto a oito normas que se constituem nos passos fundamentais para a obtenção do sucesso em todas as áreas da vida.

1 – Um forte desejo de alcançar a felicidade – A felicidade procede de dentro para fora, tem a ver com a vida espiritual, refletindo na vida: física, emocional, familiar, financeira e empresarial. Esta felicidade é o resultado de se permitir que o Espírito Santo seja aquele que assuma o controle de nossas vidas (João 7.38-39). A busca da felicidade sem Deus é mero prazer, que é transitório.
O apóstolo Paulo abriu mão de tudo para conhecer a fonte, que é Cristo (Fl 3.8).

2 – Gozar de boa saúde - “ Ou não sabeis que o vosso corpo é santuário do Espírito Santo que habita em vós, o qual possuís da parte de Deus, e que não sois de vós mesmos?” ( I Co 6.19).
 
Quais são os inimigos da saúde?:
- Estresse – Tendo as suas raízes na falta de paz e segurança no Senhor (Sl 23);
- Maus hábitos alimentares – Ingestão de alimentos perniciosos ao corpo como também o excesso;
- Excesso de trabalho – O Senhor nos deu o exemplo da necessidade do descanso (Sl 127 2);
- Pecado – Se guardarmos os princípios pré-estabelecidos por Deus, gozaremos de boa saúde (Pv 4.20-23).

3 – A importância de adquirir uma genuína paz mental – A paz mental é o resultado de uma consciência tranqüila.
Veja esta frase de Paulo: “Fitando Paulo os olhos no Sinédrio, disse: Varões irmãos, até o dia de hoje tenho andado diante de Deus com toda a boa consciência” (At 23.1). Ele viveu uma vida de perseguição ao Evangelho, prendendo e espancando pessoas e também consentiu na morte de Estêvão mas, mesmo assim era livre, sentia-se perdoado - “Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé no filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a Si mesmo por mim” (Gl 2.20).
Toda a nossa dívida foi cancelada na cruz do Calvário, somos livres em Cristo - “ ... agora nenhuma condenação há para aqueles que estão em Cristo Jesus” (Rm 8.1).

4 – Ter segurança – A verdadeira segurança não é proporcionada pelo exército, polícia, uma arma, mas sim, pelo Senhor quando o tornamos Senhor de nossas vidas - “ ... se o Senhor não guardar a cidade em vão vigia a sentinela” (Sl 127.1b). O Salmo 34.7 diz: “O anjo do Senhor acampa-se ao redor dos que O temem e os livra”. Somos guardados em todos os nossos caminhos pelo anjo do Senhor (Salmo 91.11).
Lembre-se a nossa maior arma de defesa é o sangue de Jesus (Apocalipse 12.11).

Conclusão: O ser humano vive em uma busca contínua pelo sucesso e a qualidade de vida. Mas nada conseguirá a não ser através de uma vida vivida debaixo dos princípios emanados do Evangelho. O homem jamais será feliz sem Deus em sua vida. E para chegar ao Pai, somente através de Jesus (João 14.6)  

Passos para uma vida segura e próspera - parte 1

Passos para uma vida segura e próspera - parte 1
 
Estudo nº 204
 
Texto Bíblico: Salmo 37.1-7

Introdução - Todos nós queremos viver em segurança bem como almejamos uma vida próspera. Este Salmo nos apresenta alguns passos importantes para a concretização no nosso ideal. Atentemos para o seu ensino. Vejamos o que é necessário para uma vida plena da presença divina.

1. Confiança - “Confia no SENHOR e faze o bem; habita na terra e alimenta-te da verdade.” (Salmos 37:3 RA)
Algumas pessoas depositam sua fé em coisas que não são dignas de confiança. Uns se firmam no dinheiro ou nos bens que possuem; outros, em sua própria sabedoria e habilidades pessoais; e ainda outros, confiam na sorte ou em poderes espirituais alheios à realidade terrena. Mas a nossa confiança deve ser totalmente depositada no Senhor. Quando deixamos Deus guiar nossos passos e cuidar das nossas questões cotidianas, começamos a aprender o quanto Ele nos ama e quer nos ajudar. n'Ele está o poder para fazer acontecer todas as coisas de que necessitamos e somente Ele pode levantar pessoas, recursos e possibilidades que ajam em nosso favor quando nos estribamos somente n'Ele.

A conseqüência de se confiar no Senhor se revela na tranqüilidade de se poder habitar na terra sem receio de que mal lhe possa fazer o homem perverso, ou qualquer outra situação potencialmente ameaçadora. Seu alimento será a verdade descrita na Palavra de Deus que promete segurança, paz e prosperidade aos seus filhos, em vez de fracasso, dor ou derrota.

Você tem confiado em Deus de todo o seu coração mesmo em situações de tribulação? Do que você tem se alimentado: de pensamentos de fracasso, de inveja, de medo, ou de fé no que a Palavra tem lhe prometido?

2. Deleite - “Agrada-te do SENHOR, e ele satisfará os desejos do teu coração.” (Salmos 37:4 RA)
Quando deixamos de olhar para as coisas que antigamente nos serviam de apoio e de segurança, e passamos a fitar nossos olhos somente em Deus, algo de maravilhoso acontece. Nossos ídolos caem por terra e passamos a adorar de verdade somente ao Senhor. Entramos, então, na fase do deleite n'Ele; ou seja, somente Ele agradará verdadeiramente o nosso coração. No passado não tínhamos prazer de estar na igreja ou de ler a Bíblia, e muito menos, de orar, porque nosso deleite repousava em outras coisas. Mas agora, nosso deleite está n'Ele e a vida não tem mais sentido sem a doce manifestação da Sua graça.

A conseqüência de se agradar do Senhor e de se deleitar n'Ele é a satisfação dos desejos do nosso coração. Ao contrário do que muitos pensam, servir a Deus não nos traz prejuízos nem torna a nossa vida enfadonha e sem graça. Os desejos mais profundos do nosso íntimo serão satisfeitos, porque não desejaremos mais a mera satisfação da carne através do pecado, mas a nossa inclinação será para coisas boas, louváveis e edificadoras, as quais Deus tem prazer em nos conceder.

Tenha o seu prazer em Deus. Purifique seu coração de qualquer desejo mau, e espere com fé a realização de todos os sonhos internos que estejam em linha com o que a Palavra de Deus promete para você e para a sua casa.

PR. WILSON MAIA DOS SANTOS – INSEJEC/RP

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Tribulação trás doenças

Doenças psicossomáticas tem sua principal origem no sistema nervoso.
As doenças psicossomáticas podem exercer ação na saúde do corpo de maneira intensa.

A hipófise, uma glândula que possui ligação com a região do hipotálamo no cérebro, é a responsável pelo mecanismo que desencadeia a doença, uma vez que ela produz hormônios que controlam todas as funções do organismo.

As emoções e sentimentos mais fortes são percebidos pelo hipotálamo, estas emoções alteram as funções do hipotálamo e sua conexão com a hipófise. As doenças respiratórias, de pele, circulatórias e gastrointestinais causadas ou agravadas pela tensão nervosa são resultados desta alteração. Sendo assim, pode-se dizer que as doenças psicossomáticas têm componente psíquico, a manifestação de doenças orgânicas é ocasionada por problemas emocionais.

O corpo possui suas próprias defesas, ou seja, ele manifesta, coloca para fora as emoções que às vezes a pessoa tenta esconder por meio de tremor, dores de barriga, gestos e travamento de dentes.
Patrícia Lopes
Equipe Brasil Escola

sábado, 21 de janeiro de 2012

Estudo dos Temperamentos

Sabes o teu temperamento?

Sabes o teu temperamento?

Resumidamente...
 "Temperamento é aquilo que chamamos de meu jeito de ser… "

Os temperamentos, segundo alguns pesquisadores já tem definição, estudo, análise, sei lá, tanto tempo que é possível encontrar na bíblia, no livro profético de Ezequiel uma divisão de temperamento: leão, boi, homem e águia.

Como eu ainda não li Ezequiel detalhadamente não tenho muito o que dizer disso. Mas é interessante a divisão que achei, vou até prestar atenção já que meu programa de ler a bíblia em um ano diz que devo estar em Ezequiel agora.

Homem-
 Esta face fala da mente, razão, afeições,e todas as coisas que envolvem a natureza humana.

Leão-
 O leão sempre foi reconhecido como forte, feroz, e majestoso. Ele é o rei dos animais.

Boi-
 O boi é reconhecido como um animal que trabalha pacientemente para seu dono. Ele é forte, podendo carregar um urso, e conhece o seu dono.

Águia
 - Como um anjo, este pássaro voa acima das tempestades, enquanto abaixo delas existem tristezas, perigos, e angústias. Um pássaro ligeiro e poderoso, elegante, incansável.

Depois, os filófofos fizeram outras atribuições:
Artesão, Guardião, Idealista e Racional (Platão)

Artesão
São facilmente identificados por terem autoconfiança, iniciativa, otimismo e carisma. Geralmente os artesãos gostam de estar no centro das atenções, são expressivos e comunicativos.

Guardião
Fazem parte dele as pessoas protetoras, que tomam conta da família, amigos, até mesmo de um país. Eles são conservadores, preocupam-se em manter as relações e a estabilidade. Seguem as regras, respeitam os estatutos e leis de países e instituições. A eficiência dos guardiães aparece na hora de dar ordens, supervisionar o trabalho das pessoas e cobrando resultados.
Loading...